Seja Bem Vindo ao Site Oficial da Câmara Municipal de Nova Palmeira - PB|domingo, 25 de fevereiro de 2018
Você está aqui: Home » Sessões » Resumo da Sessão – Dia 26/10/2016

Resumo da Sessão – Dia 26/10/2016 

9

Na noite da quarta-feira, 26 de outubro, o Plenário Adonias Gomes de Medeiros recebeu mais uma sessão ordinária referente ao segundo semestre legislativo de 2016. A reunião contou com a presença de sete vereadores, registrando as ausências de Manoel José dos Santos (justificada) e Gilvan Dantas de Mendonça.

Não houve matérias para o expediente da Ordem do Dia.

Depois de colocada em única discussão e votação a ata da sessão anterior, que foi aprovada por unanimidade, o presidente Sebastião de Lima Azevedo abriu o espaço para os vereadores se apresentarem no Tema Livre.

Sebastião Hugo Dantas falou sobre o resultado da audiência que foi realizada com a promotoria pública, em Picuí, juntamente com o vereador em questão, o prefeito de Nova Palmeira, o secretário de Educação municipal, três estudantes da rede estadual de ensino e o professor Sebastião Bezerra Júnior, sobre a situação dos transportes escolares do município.

Inicialmente o vereador disse que foi apresentado pela prefeitura, um laudo da vistoria do Detran, dizendo que os quatro ônibus estavam em perfeito estado de condições para o uso, apresentando apenas um vidro traseiro quebrado.

Diante da resposta do promotor, que mostrou o laudo do Detran, que dizia que os transportes estavam aptos a circularem, o edil ao ser questionado pela autoridade da promotoria, disse que tomou a liberdade em levar três estudantes e um professor até a audiência para que eles relatassem as dificuldades, pois são os que realmente sentem na pele.

O professor e os alunos ao pronunciarem os verdadeiros problemas da precariedade dos ônibus, salientaram que há muito tempo não assistem aulas, no caso dos alunos, com regularidade.

Com o relato, o promotor deu um prazo para que os transportes estejam prontos para o uso regular, para não comprometer mais ainda o ano letivo dos jovens. Segundo o vereador, ficou acertado também que, se um ônibus quebrar, outro terá que substituir o danificado em 24 horas.

Outro assunto abordado por Tião Dantas foi sobre um comunicado recebido por ele do Ministério Público falando sobre a questão do terreno de Rangel, onde tinha sido vendido para fazer o conjunto, e pediu um prazo de 10 dias para responder se realmente estava de acordo com a notificação ou não.

Diante do comunicado, Tião Dantas foi até ao local para realizar um relatório com responsabilidade. De acordo com o parlamentar, ao retornar da vistoria foi recebido com hostilidade pelo dono da propriedade, que alegava estar sendo prejudicado pelo edil. Segundo o parlamentar tudo estava sendo feito dentro da legalidade.

Tião ainda falou que, se não fosse a ajuda dos familiares do proprietário naquele momento, algo de mais sério teria acontecido.

Dantas finalizou dizendo que estava feliz pela ótima votação recebida no pleito de 2016, onde passou dos 181 votos recebidos na eleição anterior para 386 na atual, parabenizando também os que lograram êxito e os que não conseguiram na campanha de 2016.

Tião Santos foi o segundo a discorrer no Tema Livre.

Santos parabenizou os vereadores eleitos para mais um mandato, mas também lamentou os companheiros que não foram vitoriosos. Parabenizou também o vereador Aílton que no ano que está por chegar será o novo gestor do Executivo nova-palmeirense.

O petista ainda registrou o trabalho árduo do Sinpuc no que diz respeito aos salários atrasados dos servidores públicos, com realização de uma audiência pública em que o prefeito juntamente com o sindicato firmou um TAC de compromisso de até trinta e um de dezembro colocar os salários em dia. Ainda assim, ele falou que continua recebendo reclamações de alguns servidores, pois tem o pessoal do PSF que está com problemas de repasse da União, e desde o início desta gestão o governo federal está atrasado, por isso pede que seja incorporado na folha dos servidores do município, pois por serem estatutários é de responsabilidade municipal.

Sobre o caso, Tião citou o exemplo da médica cubana, que não é estatutária e não pode ser enquadrada no acordo para entrar na folha municipal e que, além dos seus proventos estarem atrasados, quando recebe, os valores vêm abaixo do que é para ser depositado.

Sobre PEC 241, Tião Santos explicou minunciosamente o que poderá acontecer com os brasileiros num futuro próximo com a aprovação desta proposta que limita o crescimento dos gastos do Governo Federal a um teto por vinte anos.

O presidente Sebastião de Lima Azevedo foi o último a falar na Tribuna.

Bastinho, depois de agradecer a Deus por mais um dia de trabalho, parabenizou os eleitos no pleito de dois mil e dezesseis, desejando ainda, muito sucesso ao novo prefeito, Ailton Gomes, que assumirá a partir de dois mil e dezessete, o cargo de prefeito de Nova Palmeira.

Sobre sua votação, Bastinho disse que foi um herói por perder apenas por quatro votos, numa eleição tão disputada como foi a deste ano.

Ascom

About the author: Câmara Nova Palmeira

Site Oficial da Câmara Municipal de Nova Palmeira

Adicione um Comentário


3 + 5 =